Loading
WETUMTUM

Places Are Made By People

PLACES ARE MADE BY PEOPLE

(os lugares são feitos pelas pessoas)

Conceito do Projeto

Os objetivos principais passam por valorizar o património material e imaterial das regiões de baixa densidade populacional, através da comunidade e dos seus costumes, promover a arte e cultura da região mas também promover o turismo regional e com ele combater o despovoamento,
através da valorização do território. Pretendemos com este projeto, contribuir para coesão social, através da educação e relação intergeracional e da conectividade entre diferentes expressões e produções artísticas locais, estabelecendo o cruzamento disciplinar, e proporcionando ainteração entre música, teatro, dança, artes digitais, as artes plásticas e o património arquitetónico e ambiental, trazendo as populações para a reflexão sobre o seu próprio território e criando a partir daí uma série de produtos artísticos que reflitam acerca da relação das comunidades com o território que habitam.

Este projeto nasce com este intuito de tornar visível as características e as singularidades dos territórios, criando novas relações com o espaço
cultural, comunitário e o patrimonial material  imaterial local. Como produtos finaispretendemos desenvolver, um vídeo promocional com o envolvimento de diferentes atores e comunidades artísticas locais, um espetáculo audiovisual e comunitário e um site/mapa onde estarão compilados os diferentes registos audiovisuais dos diferentes territórios. O
projeto irá desenvolver-se segundo quatro fases, para as quais se pretende o envolvimento de todos os parceiros e participantes.

A relação entre a comunidade e arte é o ponto de partida do projeto Places Are Made By People, dos músicos Luís Carvalho e Miguel Estima, onde as pessoas de uma determinada região são o epicentro para uma proposta de interesse social, cultural e comunitário.

Places Are Made By People
Places Are Made By People
Places Are Made By People
Places Are Made By People
Places Are Made By People
Places Are Made By People

Places are made by people –

Sever de Vouga

Biografias

Miguel Estima
Iniciou os seus estudos musicais aos 7 anos de idade no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro na Classe de percussão do professor Paulo Oliveira, no 2o grau matricula-se na Escola de Artes da Bairrada com o professor Bruno Estima. Na sequência dos seus estudos no ramo da percussão erudita ingressa na Escola Profissional de Música de Espinho na classe dos professores Joaquim Alves, Nuno Aroso, Rui Rodrigues e Pedro Oliveira. Em 2011 ingressa na Universidade de Aveiro na classe de Mário Teixeira. Em 2018 realiza o Curso de Animadores Musicais na Casa da Música. Está ligado a projetos comunitários e faz parte dos grupos Crassh, Mimo’s Dixie Band e Monkey Duke.
Luís Carvalho
Clarinetista, guitarrista e baixista. No âmbito do trabalho com comunidades (XII Curso de Animadores musicais na Casa da Música – Tim Steiner, Sam Mason, Pete Latanka e Paul Griffiths), no âmbito do estudo do som e da produção musical (Academia AudioGlobo) e no âmbito do teatro com nomes tais como Anna de Lirium (Cirque du Soleil), Vitor Valente, Pedro Correia (Nuvem Voadora), entre outros. É licenciado em Animação Cultural e Comunitária pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro onde teve um papel ativo na participação em atividades de animação e de outros eventos. Frequenta atualmente o Mestrado em Ciências da Educação na mesma Universidade. Participou na gravação de cinco discos,“Inquietudes – Tributo a Fernando Pessoa” – Claminus (2014), “Saída da Brasa” – Chukran (2015), “Flor do Vouga” – Banda União Musical Pessegueirense (2016), “Vida de Fraco Jumento” – Chukran (2017) e “Mimo’s Dixie Band” – Mimo’s Dixie Band (2018). Faz também parte de dois programas de Eramus +,nomeadamente “Music for Chameleons” e “Lovearth through art” que têm como principal foco o trabalho social e a inclusão social.

Produção/Contactos

Luís Carvalho – 913970208
Miguel Estima – 917806337